​Soutelo prepara-se para receber um mar de fé nas celebrações em honra de Nª. Sª. Do Alívio!

Soutelo prepara-se para receber milhares de fiéis numa das maiores festividades religiosas de todo o Minho. As celebrações em honra da Nossa Senhora do Alívio estão programadas para o segundo e terceiro fim de semana do mês de setembro, com os dias 9 e 16 em destaque. Tal como acontece há décadas, as atividades eclesiásticas dividem-se em dois momentos: a romaria e a peregrinação, sendo este último o ponto mais alto da iniciativa com da maioria das paróquias do arciprestado de Vila Verde. No dia da peregrinação, a saída das pessoas será feita em dois locais, um grupo parte da Igreja Matriz de Vila Verde (9h30m) e outro da Igreja de Soutelo (10h00m), e, poucos minutos depois da chegada, é celebrada a missa campal presidida pelo Arcebispo de Braga D. Jorge Ortiga. Durante a tarde, acontece o desfecho com mais duas iniciativas eclesiásticas. Serão várias as ações religiosas, mas também haverá ocasião para outro tipo de atividades como a visualização do filme ‘História do Milagre de Nª Sª do Alívio’ e espetáculo musical ‘Concerto Mariano’.

Arcipreste Carlos Lopes: “Calor humano ligado ao calor divino”

A magnificência do santuário está à vista e não é por acaso que, ao longo de todo o ano, se nota a forte atração de muitos devotos (e não só). No entanto, é nesta altura do ano que a afluência se revela extraordinária e se vê o “calor humano ligado ao calor divino”, segundo as palavras do Arcipreste do concelho. No decorrer da entrevista, Carlos Lopes realça o valor e respeito associado às festividades da Nª. Sª. Do Alívio: “Um santuário, numa terra como esta, é sinal que há aqui uma forte expressão do sentir das pessoas. Se não fosse esse sentir dos cristãos, nada disto era possível!”. As cerimónias terão, de facto, um caráter profundamente religioso, apesar de o programa ter sofrido algumas alterações ao longo do tempo: “Procuramos limar sempre algumas arestas, a nossa ideia é fazer sempre melhor”. O pároco confessa, ainda, que nos anos anteriores havia mais espaço para as pessoas dispersarem, com alguns momentos ‘vazios’, que agora são preenchidos com atuações diversas, como os coros e outros elementos. Com mais de setenta anos, a peregrinação “arrasta multidões, porque as pessoas vêm esse dia como um dia especial, onde se encontram elas próprias, fora dos ‘círculos’ habituais”, continua o sacerdote. São muitos os autocarros que se avistam e que trazem visitantes de vários pontos do país para prestar a sua adoração por Nossa Senhora.Para os devotos locais, o padre Carlos Lopes destaca a importância do espírito de união e de abertura outras paróquias/freguesias.

Soutelo sente-se abençoado!

Orgulhoso, o Presidente da Junta de Soutelo afirma que é com “enorme satisfação que recebemos uma manifestação de fé à escala das romarias nacionais”. Filipe Silva reforça a ideia que é uma ocasião de grande impacto na agenda local, vivida com fervor em Soutelo, que está preparado para bem receber todos os que visitem a freguesia durante estes dias. “É, de facto, muito bom ver este espírito de união no concelho em torno da Nossa Senhora do Alívio”, remata o autarca. No que toca ao futuro, o Arcipreste dá novidades. Está a ser planeado uma requalificação em determinados espaços do templo, como a Casa das Promessas, o telhado e outros espaços interiores. O padre adianta, ainda, que é igualmente importante renovar e organizar a zona exterior envolvente, mas que será uma intervenção a médio/longo prazo e que exige grande planeamento. As festividades em honra de Nª. Sª. do Alívio manifestam-se como o apogeu da agenda geral das atividades religiosas no concelho de Vila Verde com o apoio de todas as paróquias.

VENHA CONHECER SOUTELO!

Santuário do Alívio

Fonte S.Miguel

Praia do Mirante

Cruzeiro dos Evangelistas