No Movimento Soutelo Ativo a união faz a força: “Somos Soutelo!”

O Movimento Soutelo Ativo chegou em força e, desde março deste ano, as atividades multiplicam-se. Caminhadas, desfile de moda, desfolhada tradicional, piquenique, jogo de matraquilhos humanos… Estas são algumas das iniciativas desenvolvidas até à data, mas há vontade de fazer muito mais. Ciente que a união faz a força, um grupo de soutelenses meteu as mãos à obra e criou o projeto para ajudar a dar mais dinâmica e vivacidade à terra que guarda no coração. Ana Fernandes, Alice Peixoto e Carlos Fernandes são os rostos mais visíveis de uma equipa que não poupa esforços para transformar ideias em realidade e que já baniu a palavra desistir do seu vocabulário. De alma e coração dizem a uma só voz: “Somos Soutelo!”. As restantes associações soutelenses também têm sido convidadas a participar, criando sinergias que ajudam a enriquecer as atividades e a fortalecer os laços entre as forças vivas da freguesia.

De março até hoje, o Movimento Soutelo Ativo está cheio de energia!

Nos últimos anos, Alice Peixoto e Carlos Fernandes organizavam o Carnaval em Soutelo, um evento que exige muito trabalho e dedicação durante vários meses. Nessa altura, começaram a idealizar o Movimento, não só para ajudar nessa iniciativa em particular, mas também para impulsionar a agenda de atividades da freguesia. Foi dessa vontade que nasceu o Movimento Soutelo Ativo. Alice Peixoto é uma das grandes impulsionadoras do projeto e conta como tudo aconteceu. “Apercebemo-nos que era difícil organizarmos o Carnaval sozinhos. Faz-se, mas é difícil. E então pensamos, porque não juntarmo-nos todos?  Juntarmos as várias associações que existem em Soutelo para o bem-estar da freguesia. E agendámos uma reunião geral, para ver as possibilidades de colaboração”, afirma, acrescentando que o resultado foi muito positivo: “Claro que juntos somos mais fortes!”.

“Aqui não há partidos, futebol, nem religião...”

2.JPGOs contactos foram sendo organizados, as ideias amadureceram e surgiu a primeira atividade, uma caminhada alusiva ao Dia da Mãe, que, além de assinalar a efeméride, pretendeu também fomentar a prática desportiva e divulgar a beleza natural da freguesia. A atividade foi um sucesso e deu o mote para as que se seguiram. Até ao momento, o balanço é francamente positivo. “Tem corrido tudo muito bem. Os soutelenses têm gostado e é o que mais nos interessa. Sentimos que está a haver mais união entre pessoas. Aqui não há partidos, não há futebol, nem religião...somos Soutelo. É essa a ideia e eu acho que estamos no bom caminho”, afirma Alice Peixoto. Ana Fernandes corrobora a opinião da parceira. “O movimento cresceu. Etapa a etapa, evento a evento. Aos poucos, vamos conquistando pessoas. No início éramos uns 3 ou 4, mas agora já temos umas 10 pessoas fixas que estão connosco a 100%. No que toca aos eventos, todos são marcantes, organizados com muita vontade e muita garra. Nós queremos tanto que é sempre bom. Vão-se fazendo coisas giras. As pessoas gostam, divertem-se, e isso é um dos nossos principais objetivos”, refere Ana Fernandes. Nessa altura, Carlos Fernandes intervém para frisar que os eventos surgem de forma espontânea e, muitas das vezes, se fazem de uma hora para a outra: “Se uma pessoa falar de alguma coisa, surge logo um tema. Às vezes, os eventos são feitos em 3 semanas, uma pessoa nem respira. É para fazer isto, vamos fazer… Siga!”.

 

Divulgar os talentos locais é uma das grandes apostas!

3.jpgAo longos destes nove meses, o Movimento Soutelo Ativo preparou um conjunto de atividades de diferentes estilos para agradar a ‘todos os gostos e feitios’ e também para divulgar os talentos locais. O desfile de moda Soutelo Star Fashion é um bom exemplo disso mesmo. Dos apresentadores ao estilista, passando pela música ao vivo, decoração, florista, maquilhagem, fotografia… Foi tudo made in Soutelo! As marchas, que fizeram o coração da freguesia bater mais forte durante os Santos Populares, mostram bem a personalidade de um grupo que não vira a cara aos desafios.  “Pensamos, porque não? E fizemos. Fizemos um hino, surgiram roupas, arcos… surgiu tudo. Quando as pessoas fazem as coisas com coração e com vontade tudo acontece, tudo se faz…”, conta Alice Peixoto. “Esse dia foi impressionante. Nós estávamos naquela… Fazemos ou não fazemos? Saímos ou não saímos? No dia anterior choveu tanto... A verdade é que saímos porque alguém disse: É para ir, é para ir. E é engraçado que na hora da marcha não choveu (risos). Éramos para marchar uma vez, marchámos umas quatro ou cinco vezes (mais risos)”, gracejou.

 

“Somos uma espécie de treinadores de equipa!”

5.jpgSe não estão todos os dias a trabalhar para o Movimento, estão quase todos. O trabalho e o empenho são palavras de ordem para que tudo aconteça e contam com o apoio de um excelente grupo. “Há por trás uma equipa, que nos empurra e nos ajuda”, refere Ana Fernandes, acrescentando ainda que as opiniões que lhes vão chegando são muito positivas. “As pessoas já reparam se nós estivermos um tempinho sem fazer nada. Vêm ter connosco e perguntam quando é a próxima atividade. É algo muito bom para nós, dá-nos motivação!”. Por sua vez, Alice Peixoto resume numa só palavra o segredo do sucesso: persistência. “Se não fossemos persistentes, já tínhamos desistido de tudo. Acho que somos um bocado chatos, teimosos, persistentes, mas faz falta para as coisas acontecerem. Eu acho que é uma das nossas qualidades”, frisa.

 

 

“A recompensa é maior que tudo!”

6.jpgAs iniciativas são trabalhosas e necessitam de um grande investimento de tempo, mas ‘quem corre por gosto não cansa’. “É verdade que tudo nos dá imenso trabalho, mas não é tempo perdido, porque se ganha muito. Nunca nada é monótono e a recompensa é maior que tudo”, sublinha Alice Peixoto. Já Ana destaca os laços de amizade que foram criados e fortalecidos no seio do grupo: “Da parte humana, as pessoas criaram aqui amizades tão boas… ‘melgas’ que vão ficar para vida. (risos) Eu tenho com eles uma relação 5 estrelas, são pessoas excelentes, aliás, só por estarem a fazer isto a custo zero já se vê. Muito amor à camisola, às meias, às calças... É muito bom sentir isso dentro de um grupo”. No final, deixam o convite a todos os interessados: “Todas as pessoas que quiserem trabalhar connosco são bem-vindas, estamos totalmente de braços abertos para receber quem estiver interessado”.

VENHA CONHECER SOUTELO!

Santuário do Alívio

Fonte S.Miguel

Praia do Mirante

Cruzeiro dos Evangelistas