​Daniel Pereira Cristo venceu Prémio Carlos Paredes

Daniel Pereira Cristo, um dos protagonistas musicais do Arraial do Melão Casca de Carvalho 2016, foi recentemente distinguido com o Prémio Carlos Paredes. O galardão vem premiar o primeiro trabalho discográfico do artista a solo, ‘Cavaquinho Cantado’, que traduz uma espécie de mescla entre o mundo tradicional e a contemporaneidade e inclui uma nova versão da canção dedicada a Nossa Senhora do Alívio, cujo emblemático santuário se situa em Soutelo. Um artista com fortes ligações à nossa freguesia, que vê reconhecido o imenso talento na área da música.

A alcunha de ‘Cristo’ veio depois. Com apenas oito anos de idade, músico e compositor começou a vibrar com a música popular portuguesa ao lado do pai, exímio tocador de cavaquinho, e a paixão levou-o logo a aprender os diferentes acordes. Desde aí nunca mais parou. Hoje, é ainda um dos elementos que faz parte do grupo de música tradicional, folk e popular português, ‘Origem Tradicional’, além de já ter colaborado em projetos como ‘Arrefole’ e a banda de pop/rock ‘Neurónios Abariados’.

Com o projeto ‘Cavaquinho Cantado’, lançado em 2017, a abordagem musical de Daniel é realmente muito própria. A ideia é dar uma identidade que retrate as raízes da ‘velha’ música tradicional minhota, não esquecendo os sons da modernidade. São, assim, praticados novos arranjos que procuram embelezar a sua música a fim de a tornar única nesse estilo musical. ‘Sou da Terra do Vira’, ‘As 7 Mulheres do Minho’, ‘Cantiga do Bombo’ e ‘Chula Velha’ são quatro das trezes canções que compõem o álbum e que provam essa particularidade. Daniel Pereira Cristo é já um artista com muitas histórias para contar. Entre várias experiências vividas, pisou diversos palcos nacionais e internacionais de renome, além de atuações em várias estações televisivas portuguesas.

VENHA CONHECER SOUTELO!

Santuário do Alívio

Fonte S.Miguel

Praia do Mirante

Cruzeiro dos Evangelistas